quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Enfeite de porta - Natal

Olá,

O Natal já está chegando aqui... Já estou preparando vários enfeites para esta data. 
E um desses foi especial, fiz este bastidor utilizando os recursos da minha Silhouette. Neste projeto foi usado o tecido e o vinil transfer.



Lembrando que semana que vem, dia 29, eu vou dar um curso de Sachê Aromático no Ateliê Espaço Craft. Eu vou ensinar como prepara a vermiculita, como utilizar o transfer, costura, e muito mais.
Maiores informações mandem um e-mail para: contato@espacocraft.com.br.


Beijos...

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Dicas sobre Agulhas de Máquina de Costura

Olá...

Eu estava procurando algumas informações sobre agulhas de máquinas e achei este post no blog Chica Bacana. Não sei porquê ela não posta mais, então decidi colocar na íntegra o post dela. O mérito é todo dela pelo post muito explicativo, por sinal. 

Neste site também tem muitas dicas sobre as Agulhas das Máquinas de Costura: http://www.fazfacil.com.br/artesanato/agulhas-maquina-de-costura/

"E agora? Que agulha usar?

Se animou toda, escolheu tecidos e molde, cortou, aplicou a entretela. Ufa, finalmente é hora de ir à máquina unir as partes e dar vida ao seu projeto.
Costureira iniciante, bate logo uma dúvida: que agulha usar na máquina? Qualquer uma serve?
Muita calma nessa hora… o uso das ferramentas adequadas pode garantir um bom acabamento à sua peça, e você, caprichosa que só, quer uma peça perfeita, certo?
Muitas vezes nos deparamos com dificuldade em costurar alguma peça, achamos que a máquina está desregulada, não conseguimos costurar  uma camada mais espessa de tecidos. Acredite, pode ser apenas a agulha inadequada.
Quer saber que agulha usar? Vem comigo…

 As agulhas de máquinas são numeradas de acordo com a sua espessura. No Brasil é mais comum se utilizar anumeração americana: 8, 9, 10, 11, 12, 14, 16, 18. se você olhar na parte superior da agulha, vai encontrar dois números: por exemplo: 90/14. O primeiro número, como aprendi com uma leitora do Blog, Gorete, diz respeito ao sistema métrico utilizado para máquinas industriais (e para algumas máquinas domésticas). Mede-se a espessura da agulha e multiplica-se por 100. Por exemplo: se a agulha tem 0,9 mm, multiplicado por 100, encontramos o número 90. O segundo número corresponde ao sistema métrico da Singer (eles são equivalentes)  as agulhas vêm com os dois números. A equivalência é: 70 = 10; 75 = 11; 80 = 12; 85 = 13, 90 = 14 etc. (OBRIGADA GORETE!)
Para escolher a agulha correta, analise o tecido do seu projeto quanto à espessura e à resistência que ele oferecerá à agulha da máquina.
  • Para tecidos mais delicados, prefira agulhas mais finas. Normalmente 10 ou 11 se adequam bem à maioria dos tecidos delicados.
  • Para tecidos de algodão, por exemplo, eu costumo usar a 12. Porém, quando vou costurar mais de uma camada de tecido, às vezes com um “sanduiche” de manta acrílica, uso a 14 ou a 16.
  • Jeans ou Brim já exigem agulhas mais grossas como a 16 ou a 18.
http://www.fazfacil.com.br/artesanato/agulhas-maquina-de-costura/

Além das agulhas comuns, há ainda alguns tipos especiais:
  • Para costurar malha é preciso utilizar uma agulha específica, com ponta de ouro, para não danificar o tecido;
  • Para costurar couro, há também agulhas específicas, bem afiadas, algumas inclusive revestidas de titânio. as agulhas comuns quebram-se com facilidade, devido à resistência oferecida pelo couro.
  • Há agulhas para costura dupla. Trata-se, na verdade, de duas agulhas com uma haste comum que se encaixa na máquina (no manual da sua máquina certamente há uma instrução sobre como utilizar).
Como não tem coisa mais chata que faltar agulha de máquina no meio de um projeto (sim, por mais cuidadosa que você seja, eventualmente elas quebram, ou perdem o fio), o ideal é ter pelo menos umas 3 agulhas das numerações que você mais usa, e, caso não costure tecidos mais grossos, tenha pelo menus umas duas agulhas de número 16, pois, se algum projeto exigir a costura de várias camadas de tecido, você já terá a agulha adequada.
Pode parecer meio chato ter que trocar agulha, enfiar a máquina novamente, mas, os detalhes fazem toda a diferença e, mesmo parando para trocar essa pequena pecinha, seu trabalho fuirá melhor e com mais qualidade."


Beijos

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Parabéns com Smash

Olá,

Hoje eu faço 30 anos (#medo) e para marcar a data semana passada eu fiz uma página do meu smash comemorativa. Foi uma noite ótima no Espaço Craft fazendo smash com as amigas.



Achei este texto no site Sobre a Vida que retrata meus 30.

Beijos


Mulheres de 30 anos

As mulheres são deslumbrantes por essência. Leves e loucas. Vivas e afiadas. Fascinantes e cortantes.
Mas há um tipo de mulher que me chama especialmente a curiosidade nos últimos tempos: a mulher de 30 anos. Talvez um pouco mais ou um pouco menos.
Noto um suave desespero misturado com euforia nesse tipo de mulher. Sim, estou generalizando, antes que me acusem. Se você não está, sorria, fique em paz e siga em frente.
Falo com aquelas que entenderam o que eu estou tentando dizer.
O frio na espinha que desce pelo corpo ano após ano aumenta.
Ela fez algumas escolhas importantes na vida e agora está repensando seriamente o que realmente vai querer dali para frente.
Mas começa a achar que não é tão novinha quanto achava ser e não é tão sábia quanto gostaria. Continua dando cabeça, mas com menos frequência e intensidade. É a crise dos 30.
Se casou jovem fica repensando a vida que tem. As amigas solteiras e baladeiras causam uma inveja que ela própria não assume. Olha para o lado e vê seu marido suavemente autocentrado e preso em seu trabalho. O tesão de antigamente já não rola intenso. Se já teve filhos aquele desgosto aumenta. Olha aquelas crianças que tanto ama pela casa, não se arrepende de nada, mas outro lado seu respira profundamente e questiona o tipo de vida que tem levado. Oscila entre apatia e esperança.
As solteiras estão confusas com a vida que levam. Escolheram mil parceiros em potencial, mas não sabem exatamente quem escolher e qual o critério. Olham as amigas casadas e suspiram fundo pensando “o que será que há de errado comigo?”. Atingiram certa independência financeira e social, e a ideia de maternidade começa a tocar como um alarme. Tem muitas opções, mas sente que está num labirinto emocional. Ela começa a se sentir envergonhada de conviver com amigos e colegas mais jovens. Parece que tem que dar explicações de sua própria idade e do porquê não casou e teve filhos.
É uma fase de intensidade, ela já consegue saber (com relativa segurança) quem é, o que quer da vida e onde quer chegar. Apesar de questionar se isso é profundo ou superficial consegue dar conta do recado.
Em essência é uma mulher que se sente como um turbilhão de possibilidades. Nenhuma parece clara, mas ela anseia fortemente que chegue o dia que o horizonte seja nítido para ela seguir adiante sem tanta angústia.
Enquanto isso ela desfruta daquele sabedoria sapeca que só a mulher de 30 e poucos tem.


sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Aula Sachê Aromático - Espaço Craft

Olá...

Olha só que chique...
Neste mês de Outubro, dia 29, eu estarei dando uma aula no Espaço Craft. Vou ensinar a fazer um aromatizador em formato de coração com a oração do Anjo da Guarda, um presente bem legal para o Natal. Nesta aula estarei ensinando a usar a vermiculita, a técnica do transfer, costura e bordado.
Vai ser uma aula bem divertida.




Beijos

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Projeto Lenços que Curam...

Olá...

Hoje eu abri o meu blog e vi que a página do Clubinho da Costura estava fazendo um desafio diferente. O projeto para o 21° desafio é a confecção de lenços do projeto "Lenços que Curam". Eu adorei a ideia e abracei a causa. A iniciativa do projeto veio do Blog da Tina.



A ideia é que nós façamos lenços com paninhos que temos em casa, e pode ser de qualquer tamanho. Aqueles lenços tipo ribana medem 55 x 55 cm. É só cortar o tecido e fazer a bainha.

Para quem não sabe costurar e quer entrar no projeto pode comprar lenços e mandar para este endereço até o dia 16 de outubro.

Cristina Couto | Caixa postal 5814 Agência Sumaré - Salvador - Bahia CEP: 41.820.970

Depois eu coloco a foto do meu lencinho aqui.

Beijos...

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

PAP - Organização usando bastidor

Olá,

Esta ideia eu achei muito interessante para as pessoas que tem um "Craft Room". É uma forma diferente de arrumar as linhas e bobinas usando o bastidor. Este PAP eu retirei do blog yellow spool.






Materiais:

1 bastidor com parafuso
Palitinhos de churrasco, de preferência de madeira
Cola de silicone
Estilete


 1°) Para começar vinque com um estilete os palitos e corte-os com o mesmo tamanho.



2°) Depois é só quebrar com a mão, assim fica muito mais fácil dos palitos saírem com o mesmo tamanho.

3°) Abra o bastidor o suficiente para colocar os palitos de pé.


4°) Comece a encaixar os palitos conforme as horas do relógio 3, 6, 9 e 12. Depois vá distribuindo no meio até ter a quantidade que você precisa.


5°) Passe cola e espere secar com os palitos para baixo.




E está pronto...
Achei este passo a passo muito legal.



Beijos